BLOG

inicial blogbusca pela categoria "Yoga
Blog

A meditação e o ioga

Postado em 01 de dezembro de 2011 às 17:43

Ao contrário do que muitos pensam, meditar não é apenas se sentar, fechar os olhos e não fazer nada. É uma técnica que nos ajuda a atingir estados de consciências diversas e a nos conhecermos por inteiro.

Por que a meditação é importante?
Você não acha fácil aconselhar um amigo com problemas? Por não estar envolvido emocionalmente, é possível conseguir uma visão panorâmica da situação, perceber falhas e possibilidades que a pessoa não enxerga. "Ao meditar, podemos olhar de longe a paisagem de nossa vida e encarar os desafios que ela nos propõe com isenção de ânimos, sem deixar que o emocional nuble nossa percepção", diz Anderson Allegro, biólogo e professor de ioga, meditação e chakras. Dessa maneira, conseguimos soluções para nossos problemas mais facilmente. "A meditação cria as condições para termos essa percepção", diz Anderson.

Como meditar?
Para quem quer meditar, o ideal é começar observando a respiração e os pensamentos, diariamente.  Vale também criar o hábito de treinar a mente: foque-a sempre em algo, evitando assim a divagação ou distração. "Não que não possa se distrair. Mas é preciso praticar a concentração de forma consciente porque distração e divagação já fazemos naturalmente todos os dias", conta Shinichi Kubo, professor de ioga.

Para meditar, não é necessário ficar sentado - a técnica pode ser praticada em qualquer lugar e em qualquer posição, exceto na deitada. Tente fazer enquanto caminha, estuda, trabalha... Veja como:

1. Sente-se de pernas cruzadas e com a coluna ereta.  Se isso não for confortável, use uma almofada. Você pode utilizar também uma cadeira.

2. Tome consciência da sua respiração. Sinta o ar que entra e o que sai dos pulmões.

3. Não modifique ou altere a respiração.  Deixe que ela aconteça naturalmente sem interferência da sua parte.

4. Permaneça atenta e observando, de olhos fechados ou abertos. É importante, porém, ficar consciente do seu processo respiratório.

5. Se os pensamentos lhe distraírem, assim que perceber, volte a prestar atenção na respiração.

6. Permaneça por 15 minutos. No começo, vai demorar a passar. Depois você se acostuma e vai aumentando o tempo.

7. Comece a mover lentamente as mãos, o pescoço e o corpo todo, sentindo cada parte, ainda prestando atenção na respiração.

Fonte: Site Vida Simples


 

tags:

Yoga: 10 bons motivos para praticar

Postado em 21 de outubro de 2011 às 17:14

Renda-se ao ioga. Essa técnica milenar que alinha corpo, mente e espírito e é deliciosa de praticar

Um dos objetivos da ioga é cessar o fluxo contínuo de pensamentos.

Importada da Índia, poucas práticas de vida são tão completas quanto  ioga. Além de trabalhar o corpo, esta técninca alimenta o espírito com a riqueza de uma filosofia inspirada por mestres e sábios de muitas épocas. A seguir, especialistas enumeram os benefícios que a modalidade tem a oferecer ao organismo, à alma e à autoestima.

1. Músculos fortes

Muita gente ainda acredita que a ioga é apenas uma técnica de relaxamento. Nada disso. Ela movimenta cada pedacinho do corpo. Seu grande apelo é fortalecer e alongar os músculos, beneficiando o corpo como um todo - o que geralmente não ocorre em modalidades como a musculação, principalmente quando esta é feita de maneira exagerada.

2. Maior percepção do corpo

A ioga é poderosa para ampliar a consciência corporal, que se estende também para além da sala de aula. Com o tempo, o praticante consegue detectar os sinais mais evidentes de tensão muscular e, assim, é capaz de controlar melhor as situações de estresse. A pessoa passa a perceber com mais facilidade vícios de postura, como sentar ou andar projetando o abdômen para a frente.

3. Quilos a menos na balança

As modalidades que mais mandam quilos extras embora são a power ioga - técnica que combina sequências de posturas aleatórias com respiração dinâmica - e a ashtanga vinyasa ioga, séries fixas de movimentos com graus progressivos de dificuldade. "Em aulas intensas, é possível perder até 600 calorias", contabiliza o professor Júlio Fernandez. Ambas são ainda eficientes para trabalhar a capacidade respiratória em favor do emagrecimento. O controle da inspiração e da expiração do ar ajuda a diminuir a ansiedade e, por tabela, o desejo de comer.

4. Menopausa light

A iogaterapia hormonal tem sido usada com grande sucesso para aliviar os incômodos dessa fase da vida, quando a mulher se depara com frequentes ondas de calor e perda de libido. "As posturas agem principalmente sobre os ovários, a hipófise, a tireoide e as glândulas suprarrenais, estimulando o aumento dos níveis de estrógeno, hormônio que cai significativamente com a suspensão da menstruação", explica a criadora do método, a iogaterapeuta Dinah Rodrigues.

5. Integração total

Segundo a tradição da ioga, possuímos sete pontos de energia ao longo do corpo, conhecidos como chacras. Eles se relacionam aos órgãos vitais, regem as emoções e ainda fazem o elo com o mundo sutil. Enfraquecidos ou muito estimulados, podem trazer problemas emocionais ou até mesmo doenças. Se forem mantidos em equilíbrio por meio da prática de posturas específicas, são eficientes na integração do corpo, da mente e do espírito.

6. Vida longa

Para as pessoas que praticam ioga, a passagem do tempo não é medida em anos, mas em número de inspirações e expirações que a pessoa faz ao longo da vida. "Quanto maior a capacidade respiratória de um indivíduo, menor o número de respirações que ele faz por minuto. Isso significa que, entre uma respiração e outra, o ar está sendo saboreado e absorvido de maneira adequada", resume a professora Anna Ivanov. Por isso, os exercícios respiratórios (pranayamas) são tão importantes quanto as posturas e a meditação.

7. Alegria, alegria

Um dos objetivos da ioga é conseguir cessar o fluxo contínuo de pensamentos, que faz com que percamos o foco do que é realmente importante. "Quando atingimos esse estado, é possível sentir durante alguns segundos uma indescritível sensação de felicidade", constata a professora Ana Borella.

8. Mente quieta

Durante a meditação, o cérebro trabalha mais lentamente e os ruídos causados pelos pensamentos se tornam sutis. A agitação constante causa a instabilidade emocional e enfraquece o sistema imunológico. "Quando ocorre um espaço entre um pensamento e outro, chega a quietude. É como se a mente se calasse e o silêncio interno passasse a ser um alimento para a alma", descreve Márcia de Luca.

9. Vida leve

Silenciar a mente também eleva o astral. Estudos realizados pelas universidades de Stanford e Columbia, nos Estados Unidos, comprovaram que essa atividade libera endorfina, hormônio que atua sobre o sistema nervoso central e aumenta a sensação de bem-estar, deixando o dia a dia mais alegre.

10. Coração em paz

Manter o bom humor em dias de muita agitação e embaraços não é fácil. Domar a irritação nas horas em que você só pensa em fugir do mapa também é complicado. Apesar da prática da ioga não transformar sua vida num mar de rosas, ela é bastante eficiente para enfrentar os momentos difíceis.
 

 

Fonte: Site Revista Bons Fluidos                                                                Imagem: Internet
 

tags:

Rua Deputado Clóvis Motta, 3090 - Candelária, Natal - RN
CEP 59064-430 - Fone: (84) 3206-1058